GOD SAVE THE BEER.

Author: Wilson Galvão

Cerveja, solidariedade e o movimento álcool-ajuda

Se você está acostumado a viajar, certamente já passou em frente a uma livraria de aeroporto. Naquelas conexões demoradas é possível que também já tenha “matado um tempinho” observando as obras disponíveis nas prateleiras. Quem sabe até comprou algum livro em um destes estabelecimentos.

Nestas livrarias, é possível encontrar vários tipos de obras literárias. Das palavras cruzadas, passando pelas biografias, até os diversos livros de literatura. Mas, entre todos, os que mais se destacam nas prateleiras são os chamados livros de autoajuda, que com títulos muito sugestivos, deixam claro que você tem de ser o cara da sua vida. Alguns deles são best sellers, pelo menos em vendas. Poderíamos utilizar este espaço para refletir sobre este fenômeno e lançar muitas hipóteses sobre por que tanta gente consome este tipo de literatura. Mas deixo esta questão para você ficar pensando, ou não. Também não pretendo engrossar a linha de críticos deste tipo de obra para não correr o risco de me tornar impopular. Afinal, muita gente acredita que a verdade emana das massas, embora eu discorde. Milhões de pessoas podem estar erradas, é só olhar os políticos eleitos em nosso país.

Leia mais

Bye, bye, verão!

O verão está se despedindo neste ano em grande estilo. Até em Curitiba, a capital brasileira mais fria do sul do mundo, tem feito um “calorão”, e isto foi uma das razões que motivaram a escolha da cerveja deste post: uma Witbier. No entanto, é importante observar que enquanto escrevo estas linhas já é outono, e, pelos impulsos geográficos que me impelem, não consigo deixar de considerar a relevância da relação clima, tempo atmosférico e cerveja.

Leia mais

Curitibanices, verão e cervejas refrescantes

Uma das características mais interessantes de se viver em uma cidade como Curitiba, situada no sul do mundo, mais especificamente ao sul do Trópico de Capricórnio, é que isto nos proporciona o privilégio de experimentarmos as quatro estações climáticas durante a volta completa da Terra ao redor do astro rei. Apesar de que há quem diga que o curitibano está acostumado com as quatro estações no mesmo dia! Não sei se você concorda com isso, mas é fato que na nossa cidade o tempo muda o tempo todo.

Leia mais