GOD SAVE THE BEER.

Blog

By in Eu tomei uma... 3

O design na cerveja

Dessa vez , a escolha da mocinha (loira? sou mineira, posso chamar a cerveja de mocinha? rs), foi pelo rótulo. Como designer, escolhi um que me chamou a atenção.

Sou daquelas que quando vejo placas e marcas horrendas, por serem ultrapassadas, feias ou whatever mesmo, eu choro por dentro. Então coisinhas bonitinhas me deixam mais feliz.

Ser designer é viver o constante: o que você faz mesmo? Taí esse grande exemplo: se quiser me contratar pra fazer um rótulo de cerveja, eu faço.

A escolha então, foi pelo desenho/design mesmo, pelas fontes, cores, pelo corte do rótulo. Até pelo tipo da garrafa. Tudo isso pra mim faz diferença. E um fantasminha bonitinho é no mínimo divertido não? E é isso que eu busco nos meus momentos bebendo cerveja. Diversão.

Voltando a mocinha então:

Cerveja leve (mesmo sendo de trigo), cítrica (até eu que sou leiga no assunto consegui reparar essa “refrescância”), uma coisa meio limão siciliano, de cor clara. Não senti tantos sabores no fundo quanto à minha primeira (Brooklyn Blast!), e talvez por isso o amargor tenha ressaltado mais pra mim, que não sou muito fã de amargor. Taí uma diferença das outras cervejas de trigo que já provei. Quase nenhuma é amarga assim.

No mais:

A Boo! é feita pela Cervejaria Urbana que nasceu em 2011 em SP. No site da Urbana, eles falam que é uma cerveja de estilo americano, leve, de trigo, com destaque de aromas cítricos (opa, acertei!) e muito refrescante, e ela é. Os sabores de fundo da cerveja são: Lúpulo Citra, Lima da Pérsia, Lichia, Melão, maracujá e Mamão (oi?). Errei o limão siciliano, hein?

especificacoes_boo1

Amargor: 7

Grau de tontura: 1 (comecei a beber antes de jantar, mas a tonturinha acabou passando mais rápido que a Brooklyn Blast! talvez porque eu comi mais na janta).

Segue também minha jantinha: Guacamole com salmão, tem a receita no meu blog:

https://jardimdoscaminhosquesebifurcam.wordpress.com/2015/07/14/receita-rapida-guacamole/

Achei que super combinou, porque o salmão tem gosto forte, especialmente assado, e com o guacamole e super vai bem com cervejas de qualquer tipo!

Até o próximo gole!

Mari Jorge

PS: Tenho uma questão para sabedores e tomadores de cerveja: Toda cerveja de trigo deve ser colocada em copo de uma vez? Porque se não fazemos isso, o segundo “copo” fica bem mais turvo que o primeiro, indicando que deveríamos no mínimo ter balançado ela fechada, mas não sei se podemos fazer isso com uma bebida gasosa. Ou seja, todo o “trigo” fica no fundo. :/

Alguém que sabe comenta aí?

Post navigation

3 comments on “O design na cerveja

  1. Também fiquei curiosa com a sua pergunta final, Mari!
    Acho que deve ser por isso que existem aqueles copos grandões para esse tipo de cerveja, né?
    Entendedores, alguém nos ajuda?

  2. Tio Icro

    Yes! As tipo weiss (de trigo) são colocadas de uma vez, justamente por essa concentração no fundo. O copo, de preferência aquele compridão, que tem a boca maior que o corpo pra manter os aromas. Pra servir, você inclina o copo pra controlar a espuma. Quando ficar uns dois/três dedos na garrafa, você mexe ela pra juntar esse fundo em um creme e completa. Cheers!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *